Social Icons

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Tesouro do tempo das Cruzadas é descoberto em Israel


Tesouro do tempo das Cruzadas é descoberto em IsraelNos próximos meses os estudiosos da Universidade de Tel Aviv estudarão as 400 gramas de moedas que foram encontradas
Arqueólogos encontraram 108 moedas durante uma escavação nas ruínas do castelo em Arsuf. O local foi usado estrategicamente durante o conflito religioso dos séculos 12 e 13 quando cristãos e muçulmanos travaram batalhas pelo controle da Terra Santa.

O tesouro foi descoberto dentro de uma jarra de cerâmica que estava sob uma lajota localizada no topo das ruínas que ficam à beira-mar, a 15 quilômetros de Tel Aviv.

O professor da Universidade de Tel Aviv que comandou a escavação acredita que essas moedas foram escondidas na época das cruzadas. “É uma descoberta rara. Não temos muito ouro que foi circulado pelos cruzados”, disse à Reuters.

Dados históricos mostram que em Arsuf as forças do rei inglês Ricardo Coração de Leão derrotaram o líder islâmico Saladino e 80 anos depois, em 1265, os muçulmanos, comandados por outro general, sitiaram a cidade durante 40 dias.

Depois desse período os muros externos caíram e os cavaleiros cruzados recuaram para o castelo que acabou sendo destruído.

O achado relembra o fato histórico e passa a servir como estudo para que os arqueólogos e historiadores consigam entender como eram as interações econômicas naquela época.

Até o momento eles trabalham com a ideia de que o ouro pertencia à Ordem de Malta, cujos membros habitavam no castelo, elas poderiam ser usadas para pagar o arrendamento das terras, ou talvez fossem o lucro das atividades industriais.

Não há nada comprovado até agora, a única coisa que os estudiosos têm certeza é que algumas dessas moedas foram cunhadas dois séculos antes no Egito. Nos próximos seis meses os 400 gramas de ouro serão estudados.

Fonte:AD ALAGOAS

0 comentários:

Postar um comentário